19 Oct 2017 Este site foi atualizado a 20 Apr 2017

Sobre o projeto

Em jeito de ponto prévio, fazemos nossas as palavras de Manuel Castells “(…)diferentemente de qualquer outra revolução, o cerne da transformação que estamos vivendo na revolução atual refere-se ás tecnologias da informação, processamento e comunicação” e pensamos que hoje a biblioteca, infinita apesar, está acessível como nunca, no que pode oferecer, naquilo em que pode ser útil, no que e a quem pode aproximar. E aí nos colocamos, procurando compreender, organizar e disponibilizar informação atualizada e de qualidade, e contribuir para a aproximação e comunicação entre pessoas que trabalhem a Igualdade de Género e de Oportunidades entre Homens e Mulheres e as várias razões de discriminação em qualquer local.

Através do nosso catálogo on-line, disponibilizamos informação no formato de livros, CD’s, documentos eletrónicos, acesso a páginas web e a bases de dados.

O nosso acervo, ancorado nas temáticas “Mulher”, “Igualdade de Oportunidades entre Homens e Mulheres”, “Igualdade de Género”, “Estudos de Género”, múltiplas razões de discriminação (género, orientação sexual, idade, deficiência, origem/etnia, religião e condição social), violência doméstica e de género“ abrange, entre outras, as seguintes temáticas: 

Antropologia;
Ciência e Conhecimento em geral;
Direito;
Educação/Pedagogia;
História;

Imprensa / Media
Linguística/Literatura;
Mulher e Desenvolvimento;
Política;
Política da União Europeia;

Psicologia;
Religião/Teologia;
Saúde;
Sexualidade;
Sociologia;

Trabalho;
Violência/Conflito Social.

Disponibilizamos informação em português, espanhol, francês e inglês e gostaríamos de poder ser úteis a pessoas falantes dessas línguas que acedam ao nosso catálogo. A pesquisa por assunto noutra língua que não o português deve ser feita utilizando o Thesaurus disponível na página de busca ao catálogo.

Fazemos parte da base de dados “”. Contribuíram e contribuem diretamente para o catálogo do CIPA em Portugal: a CITE, CIDM, APEM, APMJ, UMAR, AJP; APF; em Espanha o Instituto de La Mujer, o Instituto Canário de la Mujer, o Instituto Andaluz de la Mujer, a Asociación Pro-Derechos Humanos de Andalucía; em Inglaterra a WIDE; e no Brasil a Fundação Carlos Chagas. Esse esforço, mútuo, de estabelecer redes de partilha de informação, de práticas e de cooperação, é também um dos nossos objetivos centrais.

O CIPA administra os seus serviços e catálogo através do software livre Obiblio (software em código aberto). Porque acreditamos no livre acesso à informação e à cultura e consideramos que estes softwares são um fantástico esforço internacional de muitas pessoas, mulheres e homens, que trabalham por esse objetivo. Por isso configuramos, traduzimos para português e melhoramos funcionalidades, procurando também contribuir para o desenvolvimento deste software.

Desenvolvemos também uma base de dados que suporta um Thesaurus, disponível para apoio à pesquisa no catálogo em três línguas: português, espanhol e inglês, com o objetivo de facilitar o acesso à informação disponível no catálogo e melhorar a eficácia dos resultados da pesquisa. Para construí-lo, além da consulta a pessoas que trabalham a área, utilizamos o Thesaurus da UNESCO, o Glossário de Termos da União Europeia, o Thesaurus para Estudos de Género e sobre Mulheres da Fundação Carlos Chagas, o Thesaurus “Mujer” do Instituto de la Mujer e o Women’s Thesaurus da IIAV.

A valência de Informação/Documentação do C.I.P.A. oferece aos seus utilizadores e utilizadoras os seguintes serviços:

Serviços de referência:

  • O acesso a documentos pertencentes aos acervos do Centro de Informação/Documentação do CIPA para consulta, ou reprodução;
  • A formação ao utilizador/a para utilizar os recursos de busca disponíveis;
  • A orientação em pesquisas bibliográficas;
  • A elaboração de pesquisas bibliográficas;
  • A disseminação seletiva da informação atualizada e pertinente a todos os contactos da Rede CIPA (através da newsletter, da atualização de notícias neste site e do envio seletivo de informação sobre temáticas de interesse);

Serviços de circulação:

  • O levantamento de dados bibliográficos em bases de dados bibliográficas gratuitas, disponíveis na Internet.
  • O empréstimo domiciliário; a reserva; a renovação de empréstimo a utilizadores/as registados/as;
  • A orientação ao utilizador/a para localizar os documentos nas estantes;
  • O registo de utilizadoras e utilizadores;
  • A autorização para reprodução de documentos;
  • O acesso à Internet para pesquisa no Sistema de Informação do CIPA ou em bases bibliográficas.